O mais comum e natural é temermos a morte. E não faltam razões para isso. Desde as puramente religiosas até à completa ignorância sobre o que acontecerá pós