A nossa respiração costuma ser normalmente cadenciada, num ritmo geralmente lento a não ser que sejamos obrigados a esforço físico. Esta cadência assegura a exigência normal de entrada