Morte nas estradas

Com o aparecimento de novos modelos de carros, mais potentes e velozes, as estradas tornaram-se verdadeiros cemitérios para muitas pessoas. Apesar das inovações a nível de segurança o material essencialmente plástico das viaturas para maior leveza e velocidade, aliado à falta de civismo e cuidado ou excesso de álcool de quem as conduz, agrava as consequências da circulação rodoviária. É pois com tristeza que se constata que morreram mais americanos em acidentes de automóvel do que nas guerras que disputaram.

 

Add a Comment